A mobilização social na cidade de Maraú – BA, foi o tema da Live do canal da AMHB (Associação Médica Homeopática) transmitida pelo You Tube,  apresentou o trabalho homeopático instituído por meio da solidariedade e articulado pelo SUS (Sistema Único de Saúde), no combate a atual pandemia de COVID-19.

Desse modo, o Dr. Hylton Sarcinelli Luz, médico homeopata integrante da comissão de saúde pública, apoiador da campanha “homeopatia na COVID-19″. E a enfermeira Fátima Meleip de Oliveira, coordenadora da USF Saquaíra, comentam a iniciativa de mobilização dos voluntários e da população. Que tornou possível a promoção de saúde por meio da homeopatia na região de Maraú.

<<LEIA TAMBÉM: Pandemia de COVID-19, estudos publicados pelas associações homeopáticas.>>

A Mobilização social gerou bem-estar e promoção de saúde para população:

De acordo com o Dr. Hylton, o SUS na sua concepção regulatória, permite que a sociedade participe das ações em saúde pública. A partir desse pensamento, aliado aos conhecimentos do poder da homeopatia dentro das epidemias, buscou colaboradores para o projeto de homeoprofilaxia contra o COVID-19 na cidade.

E juntamente com o apoio da Fátima Meleip, que mobilizou todo o sistema para que a proposta acontecesse dentro das unidades de saúde local.  Os agentes comunitários participaram dessa mobilização social, se voluntariando a esse projeto-piloto.

<<LEIA TAMBÉM: A influência neurofisiológica do fenômeno Placebo-Nocebo>>

A mobilização social a favor da saúde.

Da mesma forma, essa mobilização social tornou possível a realização do projeto. Onde 88 cidadãos, clientes da feira orgânica da região de Maraú, contribuíram financeiramente para produção dos medicamentos homeopáticos. Que inicialmente seriam distribuídos para a população de risco do COVID-19.

Além disso, o Dr. Hyldo, teve como referências as ações que estavam acontecendo na índia, onde o governo  distribuiu o medicamento homeopático Arsenicum Album e Bryonia, para população. E obteve resultados positivos diante a situação mundial.

Projeto – Piloto: Homeoprofilaxia no COVID-19

Dessa forma, por meio da avaliação dos resultados no uso da homeoprofilaxia na índia e em mais alguns países, foi seguido o mesmo protocolo terapêutico: Arsenicum Album 30 CH e Bryonia 30 CH. A escolha se pautou principalmente na segurança.

Com indicação de uso: 3 glóbulos durante 3 dias, em doses repetidas com intervalo de um mês entre as doses. E intervalo de 15 dias entre os medicamentos.

Desse modo, o medicamento foi distribuído dentro de saquinhos plásticos individualizados, separados corretamente entre as doses. Distribuído pessoalmente pelos agentes comunitários de saúde.

Como resultado, a aceitação da população foi surpreendente e a mobilização conseguiu disponibilizar a 2.020 pessoas o medicamento homeopático.

Os medicamentos homeopáticos melhoram a saúde da comunidade. 

Além disso, a população regional, começou a procurar a UBS, atrás da medicação homeopática. E vários relatos mostram que o distrito estava apresentando bons resultados em relação a pandemia de COVID-19. 

Em conclusão, os resultados despertou o interesse da secretaria de saúde da região de Maraú. Que deseja ampliar esse projeto para a cidade de Barra Grande, onde a  concentração de pessoas é muito alta e tem elevado número de turistas. 

<<LEIA TAMBÉM: Campo Grande poderá adotar Homeopatia no Tratamento contra a Pandemia>>

É possível reproduzir esse trabalho de mobilização em outros locais do Brasil.

Acima de tudo, mais projetos como esse podem ser aplicados em todo Brasil, por meio da mobilização social e ação mútua entre o SUS e a população.

Da mesma forma, o Dr. Ariovaldo Ribeiro Vice-presidente da AMHB, enfatiza a importância da campanha homeopatia na COVID-19. Que também é uma ação de solidariedade, que fornece atendimento homeopático gratuito à população, pela teleconsulta.

O Dr. Hylton, ainda aponta que a homeopatia trabalha com a solidariedade e a base de seus princípios estão interligadas.

Acesse a Live completa em: https://www.youtube.com/watch?v=_ZOYzBEeGBc

Acompanhe o Boletim Informativo de Maraú:

Boletim informativo