A saúde integrativa é uma abordagem que utiliza as melhores práticas com resultados comprovados através de pesquisas, com o objetivo de aprimorar o atendimento médico tradicional. O que a torna diferente da medicina alternativa é o fato de não escolher somente um recurso terapêutico para complementar os tratamentos tradicionais. Em comparação com a medicina complementar não utiliza tratamentos que não possuem comprovação cientifica.

A saúde integrativa reúne diversos recursos terapêuticos para proporcionar saúde e bem-estar às pessoas que estão enfermas ou interessadas em prevenir doenças. Sendo, também, um recurso poderoso para quem deseja participar ativamente dos seus cuidados com a saúde. Pois na consulta o indivíduo tem a oportunidade de questionar e descobrir quais terapias são mais eficazes e seguras. Para, então, ser capaz de escolher a melhor opção com relação aos cuidados de saúde.

A medicina integrativa analisa e assimila os recursos terapêuticos que consideram todos os aspectos da vida da pessoa, não somente o tratamento da doença.

A transformação no estilo de vida é um dos pilares da saúde integrativa

Doenças crônicas, que geralmente apresentam sintomas desafiadores, podem causar ansiedade e estresse, o que, por sua vez, torna mais difícil o gerenciamento dos sintomas. Nestes casos os pacientes se beneficiam da abordagem multidisciplinar da saúde integrativa. Uma vez que tem acesso a vários serviços que complementam o tratamento médico convencional. Entre as especialidades oferecidas podemos citar: acupuntura, massagem terapêutica, relaxamento, atenção plena, fitoterápicos, entre outros, todos com comprovação científica.

Por se tratar de uma abordagem holística a medicina integrativa considera mente, corpo e espírito no momento de escolher o melhor tratamento. Pois entende que as emoções desempenham um papel fundamental nas doenças, da mesma forma que seu papel é essencial na cura e bem-estar dos indivíduos.

A prática de exercícios, dietas e o estresse diário também fazem parte da abordagem da medicina integrativa. Visto que a alimentação, a prática de atividade física e como a pessoa administra os momentos estressantes interferem na saúde e bem-estar.

Muitas pessoas procuram a medicina integrativa para reduzir ou interromper os medicamentos que utilizam. Bem como é uma alternativa no controle da dor para substituir os analgésicos.