Os hormônios são os maiores responsáveis pelas mudanças que ocorrem no corpo da mulher. Assim, o chamado ciclo menstrual é regulado pela ação desses hormônios. O início do período reprodutivo da mulher ocorre ainda na puberdade e se encerra na menopausa.

<<Leia artigos e a repercussão da homeopatia no Enfrentamento do Covid>>

Reposição hormonal: um risco para a saúde da mulher.

No entanto, durante esse percurso, a mulher vivencia situações incomodas e até mesmo dolorosas. Nesse sentido, os tratamentos convencionais atuam na tentativa de retirar os sintomas, por meio do uso de anti-inflamatórios e tratamentos hormonais. Porém, essa realidade vem mudando, uma vez que estudos apontam os riscos da reposição hormonal para as mulheres. Dessa forma, o tratamento homeopático é uma alternativa que vem se destacando dentro dos consultórios. A homeopatia entende cada período que as mulheres vivem e não pretende disfarçar os efeitos naturais do organismo mas fornecer a elas equilíbrio e bem-estar.

<<LEIA TAMBÉM: Medicamentos homeopáticos: Busca pelo Gênio epidêmico do COVID-19>>

Homeopatia para todas as fases da vida das mulheres:

Com isso, a homeopatia garante tratamentos seguros para as principais queixas das mulheres, atuando ainda sobre a parte emocional. Assim, as dores menstruais, irregularidades no ciclo e a TPM podem ser tratadas com a homeopatia, sem a necessidade do uso de medicamentos alopáticos, logo no início do período reprodutivo, por exemplo. E ainda, as gestantes também podem se beneficiar muito com o uso da homeopatia, uma vez que não possui contra indicação, pois não causa danos ao feto.

<<LEIA TAMBÉM: A Saúde da Mulher em Tempos de Pandemia de COVID-19>>

A homeopatia garante bem estar as pacientes com câncer de mama!

Além disso, o uso dos medicamentos homeopáticos melhora os sintomas da menopausa, reduzindo a fadiga, calores intensos, ansiedade e a depressão. E acima de tudo, a homeopatia pode ser uma aliada ao tratamento contra o câncer de mama, promovendo saúde e qualidade de vida para todas as mulheres.

Conheça a Associação Médica Homeopática Brasileira (AMHB)
Clique aqui e leia o artigo completo.