As crianças não estão entre os grupos mais afetados pela COVID-19. Inúmeros estudos científicos buscam respostas para as particularidades dessa doença.

<<LEIA TAMBÉM: Informe AMHB sobre a vacinação contra COVID-19>>

A pandemia de COVID-19 não mostrou danos expressivos na pediatria como nos adultos:

Dessa forma, pesquisas já mostram que as crianças contaminadas pelo COVID-19 não apresentam quadros graves na mesma proporção que os adultos ou idosos. Os sintomas na maioria dos casos vão de leves a moderados. Além disso, essa faixa etária transmite menos o vírus.

<<LEIA TAMBÉM:Os Cientistas mais influentes no mundo – 600 são brasileiros!>>

O sistema imunológico das crianças é o segredo:

Assim, alguns estudos apontam que a diferença está relacionada a resposta do sistema imunológico. Desse modo, pode ser que nas crianças a imunidade inata garanta maior rapidez e eficacia no combate a essa infecção, diminuindo a replicação viral inicial.  A baixa replicação viral faz com que a maioria das crianças testem negativo nos exames de PCR.

Nesse sentido, outro estudo mostra que o sistema imunológico das crianças produz anticorpos direcionados especialmente às proteínas das espículas do coronavírus, as que permitem a infecção e a replicação viral.

E ainda, outro motivo que pode influenciar na maior proteção das crianças na pandemia é a presença de menos receptores ACE2. Que é uma proteína humana fundamental para o coronavírus infectar as células.

<<LEIA TAMBÉM:Fibromialgia e o uso de tratamentos complementares e alternativos>>

O retorno as aulas e o perigo da contaminação:

Dessa forma, o retorno as aulas está sendo polêmico em vários países. Porém, uma pesquisa recente mostrou que apenas 86 de 1.081 casos de pacientes pediátricos de COVID-19 analisados entre o dia 1° de junho e 31 de outubro transmitiram a infecção para o resto da família. Em resumo, a maior segurança garantida as crianças, não dispensa de modo algum os protocolos de segurança já estabelecidos para evitar o contágio do novo COVID-19.

Conheça os trabalhos realizados pela AMHB  (Associação Médica Homeopática Brasileira) durante a pandemia de COVID-19 e veja os benefícios da homeopatia.
Leia o artigo completo, e tenha acesso aos trabalhos científicos.