A atual pandemia de COVID-19 fez com que todos mudassem de hábitos. Desse modo, além do medo da nova doença, as pessoas passam por uma tenção emocional muito grande, diante desse cenário incerto.

<<LEIA TAMBÉM:Os Cientistas mais influentes no mundo – 600 são brasileiros!>>

As mulheres sofrem mais com os impactos da pandemia:

No entanto, de acordo com uma pesquisa realizada com 3.500 entrevistados, é possível notar que o impacto da pandemia está afetando principalmente o bem-estar das mulheres, que estão se sentindo mais sobrecarregadas emocionalmente. Assim, os dados apontam que a população feminina teve mais danos relacionados a saúde mental, quando comparadas com os entrevistados do sexo masculino. Com isso, é frequente evidenciar uma ocorrência maior de relatos de ansiedade, depressão e/ou esgotamento, entre as mulheres.

Nesse sentido, a pandemia trouxe mais preocupação sobre o futuro, e a pesquisa mostra ainda que 43% das participantes responderam ter perdido a confiança em si mesmas. Em contrapartida, 33% dos homens apontaram esse fato.

<<LEIA TAMBÉM:Fibromialgia e o uso de tratamentos complementares e alternativos>>

É preciso cuidar da saúde!

<<LEIA TAMBÉM: Informe AMHB sobre a vacinação contra COVID-19>>

Dessa forma, a atual situação gerou um agravo psicológico nas mulheres, se tornando fonte de emoções negativas e estresse. E ainda, a pandemia interferiu na auto estima feminina. A falta de tempo para cuidar da aparência e principalmente da saúde, é um fator preocupante, que esteve massivamente presente nas respostas das entrevistadas.

Desse modo, as circunstâncias que a pandemia causou sobre a população, está afetando diretamente a saúde, atrelado a isso, os problemas emocionais podem levar o surgimento de doenças físicas. A homeopatia é uma prática médica que visa o bem-estar dos pacientes, trazendo esses de volta para o equilíbrio físico e emocional, de modo seguro e eficaz. Dessa forma, os medicamentos homeopáticos podem ajudar as pessoas a passarem por esse momento delicado da melhor forma possível.

Saiba mais sobre a homeopatia no site da AMHB (Associação Médica Homeopática Brasileira).
Clique aqui e veja a pesquisa completa.