NOTA DE ESCLARECIMENTO DA ASSOCIAÇÃO MÉDICA HOMEOPÁTICA BRASILEIRA (AMHB)

Diante da pandemia deflagrada pelo SARS-CoV-2, apresenta-se a nós, médicos homeopatas brasileiros o compromisso e o dever de participarmos, de forma segura, sistemática, responsável e metodologicamente fundamentada, nos urgentes esforços de pesquisa em todo o campo da saúde, na busca de estratégias cientificamente amparadas que possam contribuir com a melhoria da saúde da população.

Os Homeopatas de todos os cantos do Brasil estão unidos nesse propósito e é o momento de efetivamente contribuirmos com a nossa terapêutica.

Há evidências de que, em epidemias, o uso profilático (preventivo) pela população do medicamento homeopático corretamente escolhido pode resultar em menores taxas de infecção e uma menor gravidade da doença.

Exemplos recentes e bem-sucedidos no país incluem a experiência com a dengue em 2001 e 20071 em São José do Rio Preto/SP, entre 2007 e 2012 em Macáe/RJ2,3 e em Belo Horizonte/MG em 20104.

Devemos ter reserva em dar ao público informações sobre o tratamento de Covid-19 que não esteja devidamente fundamentado. Um processo de avaliação séria é necessário antes de podermos dar essas instruções5.

Para tanto, a AMHB constituiu um Comitê para o levantamento de casos confirmados de COVID-19 para verificação dos medicamentos mais indicados à pandemia em território brasileiro e, em conjunto uma comissão de pesquisadores, realiza também um projeto de pesquisa para ser submetido e validado junto à Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP).

Assim, a AMHB poderá em uníssono com suas Federadas estaduais e Grupos de Estudo e Pesquisa, em breve, poder contribuir e atuar de forma efetiva com as demais especialidades médicas no atendimento aos pacientes nessa pandemia, de forma segura e bem embasada cientificamente.

Dr. Luiz Darcy Gonçalves Siqueira – Presidente da AMHB

São Paulo, 29 de março de 2020

<<LEIA TAMBÉM: INFORME OFICIAL DA AMHB – DIRIGIDO AOS MÉDICOS HOMEOPATAS SOBRE A COVID-19.>>

  • 1. Marino R. – Homeopathy and Collective Health: The Case of Dengue Epidemics Int j High Dilution Res 2008;7(25):179–185.
  • 2. NUNES, L.A.S. – Contribution of homeopathy to the control of an outbreak of dengue in Macaé, Rio de Janeiro. Int J High Dilution Res. 7(25):186-92. 2008.
  • 3. Nunes LAS – Homeopathy and dengue: Macaé, Rio de Janeiro, Brazil, 2007-2012Rev Homeopatia 2016;79(1/2):1-16.
  • 4. Santos CP, Brina NT, Magalhães IL, Soares AS. – Reporto n the use of homeopathic medication in the prophylaxis of dengue in Belo Horizonte- Minas Geraus, Brazil in 2010. Rev Homeopatia 2012;75(3/4):1-12.
  • 5.TEIXEIRA, M.Z. – Homeopatia nas doenças epidêmicas: conceitos, evidências e propostas. Revista de Homeopatia. ed. APH São Paulo, 2010. http://revista.aph.org.br/index.php/aph/article/view/36/68