Desenvolvida no final do século XVIII a homeopatia é um sistema de tratamento que utiliza substâncias naturais para curar doenças. Que no decorrer desses mais de 200 anos de história atuou em diversas epidemias com grande sucesso. Agora, não seria diferente com a atual pandemia de COVID-19 que o mundo está enfrentando.

Logo, um estudo foi feito baseado nos autores consagrados da literatura médica homeopática. No qual alguns medicamentos homeopáticos foram analisados, no entanto, ainda não existe um tratamento eficaz contra o COVID-19, já que esses medicamentos ainda precisam ser validados através de pesquisas.

A individualidade do paciente é um aspecto extremamente importante da homeopatia, tanto no ponto de vista individual, quanto coletivo. Uma vez que, cada indivíduo é único as manifestações dos problemas de saúde são diferentes de uma pessoa a outra. Mesmo quando falamos de gênio epidêmico, os sintomas comuns que visualizados na maior parte das pessoas.

A personalização do atendimento é fundamental para determinar o tratamento mais adequado do COVID-19

Entre os sintomas do novo coronavírus a fraqueza é o mais sinalizado por todos os pacientes, com diagnóstico de COVID-19 confirmados, que fizeram parte do estudo. Assim como, todos os medicamentos que estão sendo analisados em pesquisa proporcionam a redução dos sintomas de astenia, moleza e preguiça expressa pelos pacientes. No entanto, cabe ao médico indicar o medicamento que mais atende as necessidades de cada indivíduo.

<<LEIA TAMBÉM: Prevenção ao coronavírus: Itajaí anuncia início do tratamento com cânfora>>

Dentro da homeopatia não existem fórmulas prontas, pois ela considera a individualidade de cada ser. Já que cada organismo responde de forma diferente aos remédios homeopáticos.

No momento está acontecendo um esforço conjunto para encontrar medicamentos capazes de curar os sintomas de COVID-19. Também, para que os médicos homeopatas tenham a disposição alternativas de tratamento que mais atenda os sintomas apresentados pelos pacientes.

É importante lembrar que até o momento não existe um tratamento apto a curar e prevenir o novo coronavírus. Mas existem diversos grupos de pesquisa trabalhando nesse propósito. Saiba mais sobre os esforços da AMHB no combate ao COVID-19: http://twixar.me/TKnm