As ações da homeopatia na pandemia de COVID-19, realizadas na Baixada Santista, foram apresentadas na Live do canal da AMHB (Associação Médica Homeopática Brasileira) e contou com a participação da Dra. Selma Freire,  Dra. Andrea Mauricio de Golveia e com a Farmacêutica Simone Parisi Sandall.

Campanha Homeopatia na COVID, AMHB em ação:

A campanha Homeopatia na COVID-19, veio para suprir a necessidade de abordar individualmente os medicamentos do gênio epidêmico nos pacientes positivos ou suspeitos de COVID-19. E está sendo realizada em várias regiões do Brasil.

Com isso, o uso da homeopatia na pandemia é uma alternativa de estimular a saúde dos pacientes. A AMHB elaborou a campanha juntamente com os médicos homeopatas voluntários, que atendem a população de maneira gratuita por meio da telemedicina. 

Do mesmo modo, a AMHB disponibiliza e divulga todos os protocolos homeopáticos e formulários, para melhor aplicação da homeopatia na pandemia de COVID-19.

<<LEIA TAMBÉM: Mobilização social em Maraú promove uso da homeopatia na COIVD-19>>

Homeoprofilaxia da COVID-19 na Baixada Santista 

A princípio, a  Dra. Selma mostra os índices epidemiológicos na cidade de Santos, a qual possui uma população de 433.311 habitantes e já está com 18.266 casos de COVID-19, até o dia 24 de agosto.

Dessa forma, aponta que a ação de homeopatia na pandemia pode atenuar o agravamento na região.

<<LEIA TAMBÉM: Os homeopatas diante a pandemia de COVID-19, e a atuação da liga Internacional>>

Homeopatia na pandemia: Intervenção no Lar Vicentino

A partir disso, o grupo de médicos homeopatas participantes da campanha homeopatia na COVID, na Baixada Santista, elencaram o Arsenicun Álbum como medicamento do genio epidmico, para ser usado na profilaxia. Em razão da ampla abrangência dos vários sintomas da atual COVID-19.

Do mesmo modo, além da divulgação e realização dos atendimentos, foi realizada a intervenção no lar Vicentino de idosos, onde foram atendidos 25 idosos abrigados. Que passaram por atendimento médico homeopático e após consentimento dos responsáveis, receberam o medicamento. Como resultado, até o dia 12 de agosto nenhum idoso do lar adoeceu.

Em resumo, os médicos homeopatas fazem uma avaliação minuciosa dos pacientes, avaliando todas as modalidades. Dessa forma, os desafios encontrados pela equipe, foram em relação ao estado de saúde dos pacientes. Onde evidencia-se diversos fatores de risco, entre outras comorbidades pré-existentes.

<<LEIA TAMBÉM: A influência neurofisiológica do fenômeno Placebo-Nocebo>>

Assistência farmacêutica da homeopatia na pandemia:

A Dra. Simone, mostra o papel da farmácia no apoio a homeopatia na pandemia que se instalou. Comenta a atuação de 5 farmácias da região da Baixada Santista, que se tornaram parceiras da campanha. E estão fornecendo o medicamento profilático, com valor mais acessível. 

Além disso, aponta a importância da assistência farmacêutica e do acompanhamento dos pacientes. E ainda, divulga que entre os dias 15 de junho a 31 de julho, foram compilados os dados de 935 pacientes.

Busca pela ampliação do projeto no SUS da Baixada Santista

A Dr. Andrea,  médica da família atuante na unidade do Monte Será, na Baixada Santista, está com um projeto para implantação da homeopatia na pandemia de COVID-19. 

Desse modo, o projeto-piloto dentro do SUS,  atuaria de maneira profilática. E ainda, divulgaria a atuação da homeopatia na pandemia, incentivando outras unidades de saúde a aderirem à iniciativa.

Em conclusão, foi observado que a intervenção terapêutica homeopática na pandemia de COVID-19, apresentou abrandamento dos sintomas e melhora do estado geral em torno de 3 – 7 dias. 

Desse modo,  a homeopatia na pandemia é uma ação segura e eficaz. Que pode ser utilizada de maneira profilática ou curativa, amenizando o sofrimento da população.

Acesse o link da campanha homeopatia na COVID-19: https://amhb.org.br/

Assista a live completa onde são apresentados os resultados preliminares na Baixada Santista em: