As doenças da tireoide são enfermidades que podem ter uma origem imunológica, como é o caso da doença de graves, tireoidite de Hashimoto, hipotireoidismo e o câncer de tireoide. Sendo que indivíduos com qualquer um desses problemas de saúde pertencem ao grupo de risco do COVID-19.

Pessoas que sofrem com doenças da tireoide apresentam alterações no sistema digestivo e no intestino que afetam o sistema imunológico. Por isso é fundamental entender a relação entre as doenças da tireoide, o sistema imunológico e o coronavírus para tratar e melhorar a resistência do organismo. Uma vez que indivíduos que não estão com a tireoide sob controle, estão cansados, com queda de cabelo, unhas fracas, acima do peso, com dificuldades de memória, ausência de vitaminas, níveis de ferro baixo, depressivos, ansioso e sofrendo os efeitos do medo são mais vulneráveis aos problemas de saúde, inclusive de contrair o COVID-19.

Já os indivíduos que estão com tireóide controlada, cuidando do intestino, mantendo a dieta, repondo os nutrientes, tomando os medicamentos regularmente e realizando os exames periodicamente, desde que estejam apresentando resultados satisfatórios, são capazes de enfrentar mais tranquilamente este momento de pandemia.

Um intestino saudável fortalece o sistema imunológico

Aliás, para enfrentar o COVID-19 é necessário considerar todo o mecanismo de defesa do organismo. Por isso, é muito importante manter o sistema imunológico 100%, em sua melhor forma, para que ele esteja preparado. Isso é possível através da melhora do intestino, diante disso repor lactobacilos, probióticos, pré-bióticos, eliminar glúten e açúcar, assim como acrescentar alimentos anti-inflamatórios e eliminar os metais pesados da alimentação, são estratégias que proporcionam um intestino mais saudável.

<<LEIA TAMBÉM: Prevenção na saúde e a homeopatia>>

O brócolis é um alimento que quando preparado no vapor ou cozido por 5 minutos tem propriedades que fortalece o sistema imunológico na hora de enfrentar o coronavírus. Bem como existem diversas substâncias que garantem um sistema imunológico mais resistente, aprimorando seu mecanismo de combate às doenças como: equinácea, selênio, vitamina C, zinco, vitamina D, entre outros elementos que ajudam a construir uma barreira de proteção no organismo.

Ademais, para evitar o contágio siga todas as recomendações do sistema de saúde (lavar as mãos, usar máscaras, manter o distanciamento social, (evitar viagens, aglomeração e contato com pessoas infectadas). Além de manter a tireoide em ordem, o sistema imunológico fortalecido (com alimentação saudável e atividade física). Já que sem auxilio o organismo não é capaz de dar conta do recado.