A Live do canal da AMHB (Associação Médica Homeopática Brasileira), discutiu sobre a saúde da mulher e as alterações hormonais nesse período de pandemia de COVID-19.

Assim, o Dr. Eliezer Berenstein, médico Ginecologista e Homeopata, foi o convidado deste bate-papo.

Desse modo, já se sabe que a pandemia afetou a rotina de todos. Porém, sobrecarregou principalmente as mulheres. Que agora tem que se dedicar ao ensino dos filhos, em casa e ainda conciliar as horas extras de trabalho remoto.

<<LEIA TAMBÉM:Publicações científicas no combate ao COVID-19>>

Como a pandemia de COVID-19 afetou a Saúde da Mulher:

Assim, essas alterações na rotina das mulheres, podem agravar a Tensão Pré Menstrual (TPM).

Uma vez que, o ciclo menstrual das mulheres é regulado pelos hormônios, que neste período de pandemia, encontram-se cada vez mais desajustados.

No entanto, os fatores internos sempre influenciaram esse ciclo. Como também, podem levar a distúrbios, como por exemplo, a depressão pós parto.

Porém, agora nota-se que os fatores externos também estão influenciando muito a saúde da mulher. Causando agravamento da TPM e problemas relacionados a saúde hormonal feminina.

Em resumo, para que o ciclo fisiológico aconteça de modo adequado e em equilíbrio, o organismo depende de alguns fatores. Principalmente ligados a uma boa qualidade de sono e uma alimentação balanceada, além de baixos níveis de estresse.

No entanto, quando a mulher se encontra fora do seu equilíbrio vital, somado-se com a influencia dos fatores externos da pandemia de COVID-19, tem-se uma TPM exacerbada.

Desse modo, gerando uma ansiedade, seguida provavelmente de uma compulsão alimentar. Que por meio de um ciclo vicioso, leva a uma baixa auto estima. Podendo desencadear ainda, quadros depressivos.

E ainda, outro ponto de destaque, diante dessa situação, é a baixa libido das mulheres, devido aos fatores externos. A qual é o reflexo das alterações hormonais.

<<LEIA TAMBÉM: Medicamentos homeopáticos: Busca pelo Gênio epidêmico do COVID-19>>

Como a Homeopatia pode ajudar?

No entanto, nesse momento de pandemia de COVID-19, os homeopatas tem o potencial de tratar os enfermos. Mas, conseguem ajudar ainda, as pessoas que estão sofrendo com esse contexto.

Desse modo, a homeopatia pode ajudar de ponto a ponto nesse quadro pandêmico que estamos passando, sem deixar de lado a saúde da mulher.

Auxiliando os pacientes a lidar com o sofrimento e além disso fornecendo o medicamento do gênio epidêmico como preventivo.

<<LEIA TAMBÉM: COVID-19: Possibilidades Terapêuticas através da Homeopatia>>

Medicamentos homeopáticos para cada fase da vida da mulher

Acima de tudo, os médicos homeopatas têm uma vantagem sobre a medicina convencional, diante da saúde da mulher. Principalmente no período da menopausa e climatério.

Assim, a homeopatia conta com uma série de medicamentos que agem sobre o hormônio liberador de gonodotrofina, chamado de GNRH.

Dessa forma, a homeopatia tem o potencial de produzir estímulos que fazem com que volte a ser produzido o hormônio estrogênio.

Desse modo, é possível resolver muitas questões sobre a saúde da mulher, com o uso da homeopatia. Que também consegue lidar com as lesões, como a endometriose e os miomas.

E ainda, tem capacidade de tratar os sintomas desagradáveis que chegam devido a menopausa, principalmente os calores excessivos.

Assim, a homeopatia entende cada uma dessas mudanças, como uma fase da vida da mulher. E não trata apenas a enfermidade ou os sintomas, mas sim as pessoas como um todo.

Desse modo, a homeopatia pode garantir muitos benefícios para a saúde da mulher, nesse momento e em todos os outros.

A AMHB deixa o convite para que todos venham conhecer os benefícios da homeopatia diante a pandemia de COVID-19, e em todo os aspectos da saúde feminina.